junho 16, 2024

Doação autóloga

Doação autóloga. A doação autóloga é aquela em que o doador doa para si mesmo. Ocorre geralmente quando o indivíduo encontra-se em boas condições de saúde e vai ser submetido a uma cirurgia eletiva com possibilidade de precisar de transfusão de sangue. 

Nesses casos, o médico do paciente determina a quantidade de sangue provavelmente necessária e o encaminha para o serviço de hemoterapia. Lá ele passará por avaliação do hemoterapeuta que autorizará e programará as coletas das bolsas necessárias. 

Os critérios de seleção para a doação autóloga são menos estritos que os necessários para um doador convencional e as coletas devem ocorrer entre 30 dias e 72 horas antes da cirurgia. 

As coletas ocorrem da forma usual, porém a identificação das bolsas exige uma etiqueta complementar com o nome completo do doador/paciente, seu número de identificação, o local e a data prevista para uso.

Nos casos de doação autóloga, é permitida a coleta de sangue de doadores com peso abaixo do exigido para doação e, nesses casos, se faz necessária a adequação da quantidade de anticoagulante da bolsa. Isso é possível desde que seja mantido o sistema fechado para garantir a esterilidade da bolsa e pode ser feito por meio de cálculos e desvio de parte da solução preservadora para uma das bolsas-satélites que fazem parte do kit de coleta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doação autóloga

Doação autóloga. A doação autóloga é aquela em que o doador doa para si mesmo. Ocorre geralmente quando o indivíduo encontra-se em boas con...